Bahá'í Library Online
.. . .
.
Back to Newspaper articles archive: 2003


E se, confirmado pelo Criador, o apaixonado escapar das garras da águia do amor, haverá de entrar no Vale do Conhecimento e sairá da dúvida para a certeza, e volver-se-á da treva da ilusão para a luz do temor de Deus.
 
 

Mensagem da Casa Universal de Justiça aos bahá'ís do mundo, de 17 de janeiro de 2003, versão traduzida e revisada pela Assembléia Espiritual Nacional do Brasil

Tradução

17 de janeiro de 2003

Aos Bahá'ís do Mundo

Amigos afetuosamente amados.

Acompanhamos, com imensa gratidão a Bahá'u'lláh, o desenvolvimento do Plano de Cinco Anos nestes dois anos desde a nossa mensagem de 9 de janeiro 2001 à Conferência dos Corpos Continentais de Conselheiros. Realmente, é alentador ver a cultura de aprendizado que está se enraizando em todos lugares, à medida em que a comunidade bahá'í mundial se concentra em levar avante o processo de entrada em tropas. Neste momento, quando a experiência coletiva da comunidade alcançou tão significativo progresso, acreditamos ser oportuno rever com vocês percepções alcançadas até agora e esclarecer alguns assuntos que surgiram.

Durante os meses iniciais do Plano, as Assembléias Espirituais Nacionais procederam, com relativa facilidade, à divisão dos territórios sob sua jurisdição em áreas que consistem de localidades adjacentes, chamadas agrupamentos, usando critérios que eram puramente geográficos e sociais, e não relacionados com a força de comunidades bahá'ís locais. Relatórios recebidos no Centro Mundial indicam que existem agora, mundialmente, cerca de 17.000 agrupamentos, excluindo os países onde, por uma razão ou outra, o funcionamento da Fé é restrito. O número de agrupamentos por país varia amplamente - da Índia, com seus 1.580, para Cingapura, que necessariamente se vê como apenas um agrupamento. Alguns dos agrupamentos são áreas pouco povoadas, com apenas alguns milhares de habitantes, enquanto outros abrangem vários milhões de pessoas. Na sua maioria, os grandes centros urbanos sob jurisdição de uma Assembléia Espiritual Local foram designados um único agrupamento, os quais, por sua vez, são divididos em setores para facilitar o planejamento e implementação.

Com os vários países e territórios divididos em áreas administráveis, as comunidades nacionais seguiram rapidamente avante no processo de definir por categorias os agrupamentos, de acordo com os estágios de desenvolvimento da Fé mencionados em nossa mensagem de 9 de janeiro. Tal prática levou a uma forma realista de reconhecimento do potencial da comunidade, mas a tarefa de aprimorar os critérios necessários para uma avaliação criteriosa está provando ser um desafio contínuo para as instituições. Definir um agrupamento em uma ou outra categoria não significa fazer uma declaração sobre sua condição. Trata-se, sim, de uma forma de avaliar sua capacidade de crescimento, a fim de que um enfoque compatível com seu processo de evolução possa ser adotado. Critérios rígidos são certamente contraproducentes, mas um plano bem definido para realizar a avaliação é essencial. Dois critérios parecem ser especialmente importantes: a força dos recursos humanos mobilizados através do instituto de capacitação para serem utilizados na expansão e consolidação da Fé no agrupamento, e a habilidade das instituições em mobilizar esses recursos no campo de serviço.

A atenção em quase todos os países está se voltando agora para estimular o movimento de seus agrupamentos prioritários, de seu atual estágio de crescimento para o estágio seguinte. O que tem se tornado notavelmente claro é que o progresso neste sentido depende em grande parte da eficácia do processo paralelo que visa ajudar um número cada vez maior de amigos a passarem por uma seqüência básica de cursos oferecidos pelo instituto que serve a área. O aumento de atividades em todo o mundo comprova o sucesso desses cursos para despertar o espírito de empreendimento necessário para levar avante as múltiplas ações exigidas para o crescimento em um agrupamento, qualquer que seja o estágio em que este se encontre.

É particularmente animador constatar o crescente senso de iniciativa e desenvoltura que está ocorrendo em todo o mundo bahá'í, juntamente com coragem e audácia. Consagração, zelo, confiança e tenacidade --- estas são algumas das qualidades que estão distinguindo os crentes em todos os continentes. Tais qualidades são exemplificadas por aqueles que têm se levantado como pioneiros no campo interno, ainda que não se limitem a esses feitos. Como esperávamos, metas para abertura de agrupamentos virgens estão sendo prontamente cumpridas por participantes entusiastas que passaram pelos programas de instituto, os quais, munidos com o conhecimento e as experiências adquiridas através dos cursos de capacitação, partiram para estabelecer a Fé em uma nova área e trazer à existência uma comunidade incipiente.

Em muitos agrupamentos, o movimento de um estágio para o seguinte é definido em termos da multiplicação dos círculos de estudos, reuniões devocionais e aulas para crianças, e pela expansão que tais atividades engendram. Reuniões devocionais começam a florescer na proporção em que a consciência da dimensão espiritual da existência humana é despertada entre os crentes em uma área através dos cursos de instituto. Aulas para crianças, também, são um resultado natural da capacitação recebida previamente no estudo da seqüência básica do instituto. medida que ambas as atividades são abertas ao público em geral, através de meios criativos e bem concebidos, elas atraem um número crescente de interessados, os quais, mais freqüentemente do que se imagina, mostram-se ansiosos por participar de firesides e de círculos de estudo. Muitos, subseqüentemente, declaram sua fé em Bahá'u'lláh e, desde logo, mostram-se conscientes de seu papel na comunidade, como participantes ativos de um processo dinâmico de crescimento. Intensificam-se, em conseqüência, os esforços individuais e coletivos no campo de ensino, dando mais energia ao processo como um todo. Comunidades estabelecidas são revitalizadas e aquelas recém formadas ganham logo o privilégio de eleger suas Assembléias Espirituais Locais.

A coerência assim alcançada através do estabelecimento de círculos de estudo, reuniões devocionais e aulas para crianças provê o impulso inicial para o crescimento em um agrupamento, um impulso que ganha força à medida em que essas atividades básicas se multiplicam em número. Campanhas que ajudam um razoável grupo de crentes a avançar o suficiente na seqüência básica de cursos de modo a realizarem os necessários atos de serviço, dão ímpeto a esta multiplicação de atividades.

É evidente, então, que um enfoque sistemático de capacitação criou também uma forma dos bahá'ís alcançarem a sociedade à sua volta, compartilhando a mensagem de Bahá'u'lláh com amigos, familiares, vizinhos e colegas de trabalho, expondo-os à riqueza de Seus ensinamentos. Esta visão voltada para fora é um dos mais ricos frutos do aprendizado que vem ocorrendo nas raízes da comunidade. O padrão de atividade que está sendo estabelecido nos agrupamentos em todo o mundo constitui um meio comprovado de acelerar a expansão e a consolidação. Mas isso é apenas o começo.

Em muitas partes do mundo, trazer grandes números para as fileiras dos seguidores de Bahá'u'lláh não tem sido tradicionalmente um trabalho gigantesco. É, portanto, encorajador, ver que em alguns dos agrupamentos mais desenvolvidos projetos cuidadosamente criados estão se somando ao já existente padrão de crescimento, para alcançar populações receptivas e elevar o grau de expansão a um nível bem superior. Tais projetos aceleram o ritmo do ensino já em elevação através dos esforços de indivíduos. E, onde as declarações em larga escala estão começando a ocorrer, medidas estão sendo tomadas para assegurar que uma determinada porcentagem de novos crentes imediatamente adentrem no programa de instituto, pois, como enfatizamos em várias mensagens, esses amigos serão conclamados a servir às necessidades de uma população bahá'í cada vez maior. Eles ajudam a aprofundar a generalidade dos bahá'ís, visitando-os regularmente; ensinam às crianças, organizam reuniões devocionais e formam círculos de estudo, tornando possível manter a expansão.

Tudo isso abre oportunidades sensacionais para as Assembléias Espirituais Locais. Delas é o desafio, em colaboração com os membros do Corpo Auxiliar, que as aconselham e ajudam, de utilizar as energias e os talentos dos crescentes recursos humanos disponíveis em suas respectivas áreas de jurisdição, tanto para criar uma vida comunitária vibrante como para começar a influenciar a sociedade à sua volta. Em localidades onde as Assembléias Espirituais não existem, ou não estão ainda funcionando no nível necessário, um enfoque passo-a-passo de desenvolvimento de comunidades e de Assembléias Espirituais Locais está se mostrando muito promissor.

É especialmente gratificante observar o elevado grau de participação dos crentes nos vários aspectos do processo de crescimento. Agrupamento após agrupamento, o número daqueles que compartilham das responsabilidades de expansão e consolidação está crescendo de forma acentuada. Reuniões de reflexão realizadas nos agrupamentos servem para aumentar a consciência para com as possibilidades existentes e gerar entusiasmo. Aqui, livres das demandas de uma tomada formal de decisões, os participantes refletem sobre as experiências ganhas, compartilham discernimentos, consideram novos enfoques e adquirem um entendimento melhor sobre como cada um pode contribuir para alcançar o objetivo do Plano. Em muitos casos, tais interações levam a um consenso sobre um conjunto de metas de curto prazo, tanto individuais como coletivas. O aprendizado em ação está se tornando o aspecto mais destacado deste nascente modo operacional.

Que não paire dúvida de que o que estamos testemunhando é o acelerar daquele processo da entrada da humanidade em tropas na Causa, previsto na Epístola de Bahá'u'lláh ao Rei da Pérsia, ansiosamente anunciado pelo Mestre, e descrito pelo Guardião como o prelúdio necessário para a conversão em massa. Na vanguarda do processo estão aqueles agrupamentos que, embora ainda relativamente poucos numericamente, já estão prontos para lançarem programas intensivos de crescimento. A dimensão da expansão que caracterizará o próximo estágio de crescimento nesses agrupamentos exige uma intensificação de esforços, que precisam ser ainda alcançados. Que a prodigiosa carga de energia devotada a este poderoso empreendimento seja reforçada pelo poder da ajuda Divina.

Estejam assegurados de nossas sinceras orações nos Santuários Sagrados para que Bahá'u'lláh abençoe e confirme seus esforços, para aproveitarem, ao máximo de sua capacidade, as extraordinárias oportunidades destes dias preciosos.

(Assinado) A Casa Universal de Justiça

©Copyright 2003, Agência Bahá´í de Notícias, Brasil


. . .